Website on global south and decolonial issues.

Albert Cossery

Cairo (1913-2008) foi um escritor egípcio em língua francesa. Considerado um mestre do escárnio, Albert foi também um profeta do prazer e da preguiça. Desde 1951 habitava o mesmo quarto do hotel La Louisiane situado no coração de Saint-Germain-des-Prés em Paris. Foi amigo de escritores como Boris VianJean GenetHenry Miller e Albert Camus, sendo admirado por todos eles.

Em quase sessenta anos de carreira literária, publicou oito livros ao ritmo de uma frase por dia, quase todos ambientados no Egito: A Casa da Morte Certa, A Violência e o Escárnio, As Cores da Infâmia,  Mandriões no Vale Fértil, Mendigos e Altivos, Os Homens Esquecidos de Deus, Uma Ambição no Deserto, Uma Conjura de Saltimbancos, E, de Michel Mitrani, Conversas com Albert Cossery, em Portugal todos pela Antígona. 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.