Website on global south and decolonial issues.

Fernando Mariano Cardeira

Fernando Mariano Cardeira nasceu em Fanhais, freguesia da Nazaré, a 11 de Outubro de 1943. Frequenta o Liceu da Figueira da Foz, 1954-59, e o Liceu de Leiria, 1959-61. Ingressa na Academia Militar (AM) em Outubro de 1961. Em 1965, como oficial-aluno da AM, ingressa no Instituto Superior Técnico. Em 1968 requere o abate ao efectivo da AM por discordar da política colonial do governo. Reclassificado em Tenente-miliciano de Infantaria em Mafra, Abril de 1969. Interrupção do curso de Engenharia Electrotécnica que só vem a completar em 1977. Mobilizado para a Guerra Colonial em Maio de 1970. Em 23 Agosto de 1970 deserta pela Serra do Gerês e pede asilo político na Suécia. Regressa a Portugal em Junho de 1974. Reintegrado no Exército é convidado para Director de Informação da RTP, onde fica de Abril de 1975 a Abril de 1976. Funcionário dos Serviços de Apoio do Conselho da Revolução até Agosto de 1979. Completa o Curso de Engenharia Nuclear no Institut National des Sciences et Techniques Nucléaires de Saclay, França, em Setembro de 1980. Em 1986 ingressa no Reactor Português de Investigação como Supervisor. Aposenta-se em 2004. Representou Portugal em vários comités científicos da OCDE e da União Europeia. Foi um dos fundadores da Associação de Exilados Políticos Portugueses (AEP61/74) em 2015. É actualmente Presidente da Direcção da Associação Movimento Cívico Não Apaguem a Memória-NAM.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.