Website on global south and decolonial issues.

José Manuel Castanheira

Arquitecto, Cenógrafo e Pintor. Doutor em Cenografia e Arquitectura pela Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa onde é professor. Com uma actividade multifacetada sobretudo na Cenografia, Museologia, Arquitectura e Pintura. Realizou mais de 300 cenografias em 15 países. Em 1993 o Centre Georges Pompidou-Paris e em 2015 o Festival Internacional de Teatro de Almada exibiram exposições retrospectivas da sua obra. Em 1995 é convidado para membro do júri mundial da Quadrienal de Cenografia e Arquitectura Teatral de Praga. Dirigiu acções de formação, estágios e seminários em Universidades e outras Instituições em Portugal, e muitos outros países como Espanha, Bélgica, França, República Checa, Grécia, Itália, Cuba, Suiça e Brasil. É membro da Real Academia de Belas Artes e da Academia de Artes Cénicas de Espanha. É o coordenador para a Europa do projecto TELA-Teatros da América Latina. 

É autor dos livros: 2013 / Castanheira-Cenografia, 2014 / Desenhar Nuvens (Manual de sobrevivência de um cenógrafo I), Viriato Rey (edição bilingue), 2016 / O Tempo das Cerejas (Manual de sobrevivência de um cenógrafo II), Frei Luís de Sousa (prefácio de Alberto Pimenta) e 2015 – co-autor com Pedro Castanheira de Viagem a Itália e 2017- co-autor com Fernando Paulouro de Catorze Histórias Incríveis ou o Fabuloso Imaginário das Lendas da Beira Baixa.

site

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.