Website on global south and decolonial issues.

Carlos Guimarães e Paulino Damião partilham prémio de fotojornalismo

Os dois profissionais vão partilhar trinta e cinco mil dólares, valor atribuído a respectiva categoria. Paulino Damião é quadro do jornal de Angola e Carlos Guimarães freelancer. Noventa  profissionais de comunicação social de 13 províncias de Angola, das 18 existentes, concorreram ao Prémio Nacional de Jornalismo, que conta com quatro categorias:

Fotojornalismo, Imprensa, Rádio,e Televisão.

Cada finalista, em todas as categorias, tem direito a cinco mil dólares e um diploma.

Ao contrário das edições anteriores, o  júri decidiu divulgar os nomes dos candidatos no mesmo dia em que se realizar a gala de premiação, com transmissão da Televisão Pública de Angola.

Os candidatos ao prémio, nas quatro categorias, concorrem com reportagens, crónicas, fotografias, entrevistas, artigos e outros géneros jornalísticos.

O Prémio Nacional de Jornalismo é promovido pelo Ministério da Comunicação Social como forma de incentivar, distinguir a criatividade, valorizar a profissão de jornalista e valorizar e reconhecer o trabalho da classe jornalística.

Com base no regulamento de 2007, os vencedores nas categorias de imprensa, rádio, televisão e fotojornalismo receberão uma quantia em kwanzas equivalente a 35 mil dólares norte-americanos, cada.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.