Website on global south and decolonial issues.

Eu nem sabia que Marvila existia

O livro Eu nem sabia que Marvila existia reúne dois anos de diferentes encontros em Marvila.

Com a participação de moradores e de investigadores de diversas áreas de trabalho (como o urbanismo, a arquitectura, a filosofia ou a história), o livro propõe um trajecto pela maior mas também das mais desconhecidas freguesias de Lisboa, Marvila.

O texto remonta às conversas entre estes diversos intervenientes, que tiveram lugar ao longo de dois anos em diversos bairros da freguesia, como se de uma única conversa, sem princípio nem fim, se tratasse. Uma conversa que projecta na paisagem do presente os múltiplos e complexos passados, e os futuros possíveis, de Marvila.

Com organização e montagem de texto de Maria do Mar em colaboração com Fátima Tomé e Inês Sapeta Dias (Arquivo Municipal de Lisboa), uma co-edição da CML com a DOCUMENTA e STET.  

Quinta-feira, dia 2, pelas 18h30 no Espaço BLX (Bibliotecas de Lisboa) da Feira do Livro de Lisboa.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.