Website on global south and decolonial issues.

Identidades Brasileiras – Música Negra Urbana , Casa da América Latina, Lisboa

Identidades Brasileiras – Música Negra Urbana 
A Casa da América Latina de Lisboa, realiza entre os dias 16 e 20 de Janeiro, a mostra Identidades Brasileiras – Música Negra Urbana. O projecto tem como objectivo a realização de uma mostra áudio-visual sobre a música negra urbana produzida no Brasil nos últimos 40 anos. Com a influência do movimento norte-americano Black Power, a partir dos anos 60, vários artistas brasileiros negros encontraram uma forma de se expressar através de uma cultura que hoje concretiza-se em ritmos dançantes que conquistam (desde o samba-rock ao som dos bailes Funks) adeptos, inclusive no exterior. “Música para dançar” é a expressão que resume o objectivo dos seguidores da também chamada Música Preta Brasileira, que mesmo de forma divertida e interactiva, revelam valores essenciais à cultura negra, como sua constante luta por integração e igualdade social.
 
A realização da mostra Identidades Brasileiras – Música Negra Urbana pretende apresentar à comunidade Lisboeta, uma pequena parte do imenso acervo áudio-visual que foi produzido no Brasil nos últimos anos e que documenta a trajectória desse movimento. Será também apresentada a conferência M.P.B Música Preta Brasileira – a influência da Black Music no Brasil, com a participação da jornalista e etnomusicóloga Claudia Goes e a Dj brasileira Black Josie, que realiza um workshop no Museu da Música de Lisboa e comanda o encerramento da Mostra em uma noite dançante na Casa da América Latina.

A Casa da América Latina de Lisboa, realiza entre os dias 16 e 20 de Janeiro, a mostra Identidades Brasileiras – Música Negra Urbana. O projecto tem como objectivo a realização de uma mostra áudio-visual sobre a música negra urbana produzida no Brasil nos últimos 40 anos. Com a influência do movimento norte-americano Black Power, a partir dos anos 60, vários artistas brasileiros negros encontraram uma forma de se expressar através de uma cultura que hoje concretiza-se em ritmos dançantes que conquistam (desde o samba-rock ao som dos bailes Funks) adeptos, inclusive no exterior. “Música para dançar” é a expressão que resume o objectivo dos seguidores da também chamada Música Preta Brasileira, que mesmo de forma divertida e interactiva, revelam valores essenciais à cultura negra, como sua constante luta por integração e igualdade social. A realização da mostra Identidades Brasileiras – Música Negra Urbana pretende apresentar à comunidade Lisboeta, uma pequena parte do imenso acervo áudio-visual que foi produzido no Brasil nos últimos anos e que documenta a trajectória desse movimento. Será também apresentada a conferência M.P.B Música Preta Brasileira – a influência da Black Music no Brasil, com a participação da jornalista e etnomusicóloga Claudia Goes e a Dj brasileira Black Josie, que realiza um workshop no Museu da Música de Lisboa e comanda o encerramento da Mostra em uma noite dançante na Casa da América Latina.
Programa:
CASA DA AMÉRICA LATINA _ DJ Black Noise – Noite dançante, 20 Jan: 22h-24h
FNAC CHIADO _ Mostra de vídeos-documentários e Debate: M.P.B. A Música Preta Brasileira e a influência da Black Music no Brasil. Com a jornalista Claudia Goes e DJ Black Josie, 16 Jan: 17h
MUSEU DA MÚSICA _ Workshop Técnicas de manipulação de sons para performance ao vivo dias 18, 19 Jan: 14h30-17h30
Inscrições     + infos 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.