Website on global south and decolonial issues.

Idioma Comum: Artistas da CPLP na Colecção da Fundação PLMJ

Obras de Abraão Vicente, Délio Jasse, Flávio Miranda, Ihosvanny, Jorge Dias, Julia Kater, Kiluanji Kia Henda, Lino Damião, Mário Macilau, Mauro Pinto, Mudaulane, Pinto, René Tavares e Yonamine

 

Comissariado por Miguel Amado

A exposição “Idioma Comum: Artistas da CPLP na Colecção da Fundação PLMJ”, a inaugurar no dia 13 de Janeiro, às 18H30, no Espaço Fundação PLMJ, e patente até 26 de Março. Esta exposição reúne obras de artistas da CPLP pertencentes à Colecção da Fundação PLMJ, constituindo a primeira mostra deste acervo no Espaço Fundação PLMJ, em Lisboa. 

Com este projecto, a Fundação PLMJ contribui para o reconhecimento dos artistas da CPLP no nosso país e para as relações culturais entre Portugal e os restantes membros da CPLP. Acompanha a exposição um catálogo com reprodução das obras expostas e de outras igualmente adquiridas pela Fundação PLMJ, bem como uma introdução do comissário a este projecto.

obra de Kiluanji Kia Hendaobra de Kiluanji Kia Henda

A Fundação PLMJ desenvolve, presentemente, uma colecção consagrada à arte da CPLP. Este espólio contempla vários artistas da CPLP, quinze dos quais com obras agora expostas. O acervo foca-se em jovens criadores sobretudo angolanos e moçambicanos, mas também das demais nacionalidades da CPLP, cuja presença adquirida nos seus países se expande, agora, a Portugal. As obras expostas caracterizam-se por uma linguagem contemporânea, marcada por uma visão do mundo de matriz cosmopolita, abordando tanto a realidade cultural local como a ordem social global num cenário pós-colonial. É, pois, ao idioma artístico comum aos jovens criadores da CPLP que o título desta exposição se refere, e é da comunhão estilística desta nova arte que emerge o potencial da Colecção da Fundação PLMJ dedicada à CPLP.

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.