Website on global south and decolonial issues.

Lula planeja seu instituto com foco na África

Discretamente, o ex-presidente Lula abriu anteontem, no Senegal, as primeiras negociações sobre a atuação de seu futuro instituto na África.

Ele teve um encontro reservado no hotel onde se hospedou com dirigentes de ONGs do continente que participam do Fórum Social Mundial, em Dacar.

Segundo relato feito à Folha, Lula disse aos ativistas que quer ter participação ativa na cooperação entre países do hemisfério Sul.

Ele sinalizou que está disposto a apadrinhar iniciativas regionais e ajudar as ONGs a viabilizar projetos nas áreas de combate à pobreza e segurança alimentar.

O Instituto Lula deve ser inaugurado após o Carnaval. Segundo o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral), ele ainda não conseguiu definir o perfil da entidade.

“Qual o problema do Lula? Tomar o cuidado extremo de não fazer nada que signifique uma intervenção, um poder paralelo no governo Dilma”, disse.

“Ele tem a consciência de que não deve fazer nada que atrapalhe ou tire a centralidade do governo.”

Assim, volta a ganhar força o foco na cooperação internacional. “Ele está ensaiando passos. A coisa da África está claro que ele quer fazer”, disse Carvalho.

No Fórum Social Mundial, Lula foi recebido como popstar por ativistas de esquerda e como chefe de Estado pelo governo senegalês.

Em visita ao palácio, cometeu gafe ao dizer ao presidente Abdoulaye Wade que a vida de ex-presidente é melhor. O senegalês tem 84 anos, está no poder desde 2000 e planeja concorrer ao terceiro mandato em 2012.

Ao ouvir a declaração, Wade apenas sorriu.

Após discursar a um auditório superlotado, Lula foi beijado e agarrado por fãs de várias nacionalidades.

Hoje o ex-presidente retorna a Brasília pela primeira vez desde que deixou o cargo, em 1º de janeiro. À noite está programado um jantar com Dilma Rousseff.

BERNARDO MELLO FRANCO no Folha de S.Paulo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.