Website on global south and decolonial issues.

O JOGADOR a partir de FIÓDOR DOSTOIÉVSKI

“A história decorre em Roletemburgo, num hotel, na Alemanha, num ambiente de casinos. A nossa inspiração manter-se-á nesse universo e é essa a imagética em que mergulhamos”, dizia o encenador Gonçalo Amorim no início desta temporada e antes do trabalho d’ O Jogador se começar a precipitar e a concretizar. Este é um espectáculo fruto de um processo longo, pelo qual passam a adaptação da obra literária do autor russo Fiódor Dostoiévski  e um clube de leitura que permitiu alargar o processo além da equipa criativa.
Hoje, volvidos vários meses, Gonçalo Amorim reflecte: “Em O Jogador, espectáculo em quatro episódios construído a partir do romance de Dostóievski, há um trabalho sobre o tempo: tempo nosso que dividimos a acção do romance em episódios e lhe brincamos com os momentos de aceleração e de suspensão, deixando-nos absorver pela intriga. Tempo das personagens que se encontram em Roletemburgo, espaço aparte do mundo, organizado em torno da vertigem da Roleta. E tempo da Cidade, a quem propusémos um Clube de Leitura que durou vários meses, e a quem agora desafiamos que se organize como melhor lhe convier e participe num espectáculo de teatro em formato blockbuster. (…)”.
E este é também um trabalho sobre o vício, mas não só o vício da roleta e do jogo. O vício formula-se no formato: esta peça de teatro assume o formato ‘série’. São quatro episódios que podem ser vistos em sequência, ou não, só de uma vez ou não.
Encenação Gonçalo AmorimAdaptação Emília CostaAssistência de encenação e dramaturgia Ana Bigotte VieiraAssistência de encenação e movimento Vânia RoviscoCenografia Rita AbreuAssistência de cenografia Raquel AlbinoFigurinos e adereços Ana Limpinho, Maria João CasteloMúsica original Paulo Furtado, Rita RedshoesDesenho de luz José Manuel RodriguesSonoplastia Sérgio MilhanoVídeo Frederico LoboIntérpretes António Fonseca, Carla Galvão, Carla Maciel, Duarte Guimarães, Iris Cayatte, Joana de Verona, João Villas Boas, Mónica Garnel, Nicolas Brites, Raquel Castro, Romeu Costa, Vânia Rovisco  

 

Teatro S.LUiz, 5 A 21 MAIO / QUA E QUI ÀS 21H00; SEX A DOM ÀS 18H00

Quarta Episódio 1 às 21h00; Episódio 2 às 22h30
Quinta Episódio 3 às 21h00; Episódio 4 às 22h15
Sexta a Domingo Episódio 1 às 18h00; Episódio 2 às 19h30; Episódio 3 às 21h15; Episódio 4 às 22h30

CLUBE DE LEITURA “Mesmo antes de começarem os ensaios, e até à estreia, proponho-me a ler em conjunto com o público O Jogador e outras obras de Dostoiévski. Seguindo um modelo de clube de leitura à americana, vamos sentar-nos nuns sofás e ler uns para os outros, mas também vamos ler em casa e discutir à volta de um cházinho. Conto ter durante as sessões alguns convidados desde membros da equipa de O Jogador até especialistas na obra de Dostoiévski. As sessões decorrerão todos os sábados de quinze em quinze dias, das 15h00 às 19h00. Espera-se que sejam quatro horas descontraídas à volta de um livro. O  clube  além de  fazer  a  ‘contagem decrescente’ para o espectáculo de Maio pretende funcionar como um verdadeiro clube de leitura, ou seja, a partir de certa altura serão os próprios membros a definir o que querem ler a seguir. Teremos duas sessões públicas do clube em que os membros falarão das obras que leram até à altura.”Gonçalo Amorim
As inscrições, gratuitas e limitadas, deverão ser feitas via email (com nome, idade, telefone e profissão) para geral@teatrosoaluiz.pt até 8 de Outubro.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.