Website on global south and decolonial issues.

Simpósio Internacional: para uma História do Cinema em Moçambique

Globalidade versus identidade: reflexões sobre a sua génese, contexto e influência para o entendimento do cinema contemporâneo

iniciativa do Festival DOCKANEMA, em colaboração com a Faculdade de Letras e Ciências Sociais (FLCS) da Universidade Eduardo Mondlane (UEM), Maputo 13-15 de Setembro

 

O Simpósio vai reunir um conjunto de investigadores especializados em temas relacionados com a imagem, a história e a produção de cinema em Moçambique, com contribuições provenientes de vários países com destaque, para a Bélgica, Brasil, Inglaterra, Alemanha e Portugal. Organizado em três painéis distintos: “Dos pioneiros do cinema à resistência política” (13 de Setembro); “Imagens em movimento como acto de cultura e vanguarda” (14 de Setembro) e “Apontamentos para uma cinematografia moçambicana” (15 de Setembro), o encontro propõe-se a ser tanto um momento de visibilidade cinematográfica como um espaço de reflexão sobre as pesquisas efectuadas em torno do cinema moçambicano.

Os contextos específicos da resistência anti-colonial, dos movimentos de libertação e da independência, levaram a uma maior inscrição de imagens na história de Moçambique. Durante alguns anos, do início de 70 até ao início de 1980, rapidamente Moçambique transformou-se num lugar chave no mapa mundial do cinema experimental e revolucionário. A complexidade e intensidade de que nos dá conta a génese do cinema moçambicano explica em grande medida o seu registo e referencialidade à escala global. A sua natureza internacional e a influência que veio a ter na construção de cinematografias de outros países, teses e carreiras de realizadores, fotógrafos, artistas e académicos no mundo inteiro, eleva a pertinência da realização deste encontro que pretende, pela primeira vez em Moçambique, reunir um leque de pessoas que, de uma forma ou outra, sempre com abordagens distintas e sem necessariamente terem alguma relação entre elas, consideram central, no seu percurso profissional e pessoal, debruçarem sobre o cinema de um país africano.

Este encontro constitui uma acção de promoção da oportunidade de actualizar o sentido que a cinematografia moçambicana tem para a grande questão da identidade nacional: apesar do seu âmbito científico, o DOCKANEMA e a FLCS – UEM abrem as portas deste encontro também para a sociedade civil, potencializando desse modo e amplamente, o conhecimento, o diálogo e a cooperação entre os diferentes agentes nacionais e internacionais – artistas, académicos, activistas, colectividades moçambicanas diversas e público em geral.

O programa do Simpósio reflecte, pois a intenção específica de reunir especialistas internacionais com a sociedade civil em torno de filmes, que de forma paradigmática pretendem criar imagens da história e da identidade moçambicana. O desafio que se propõe é lançar um instrumento de investigação à comunidade académica moçambicana disponibilizando possíveis linhas de pesquisa sobre imagens em movimento, estudos de cinema e indústrias culturais.

ruy duarte de carvalho no simpósio do Dockanema de 2009 ruy duarte de carvalho no simpósio do Dockanema de 2009

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.