Website on global south and decolonial issues.

Teatro Meridional distinguido com o Prémio Europa Novas Realidades Teatrais

A companhia portuguesa Teatro Meridional, dirigida por Miguel Seabra e Natália Luíza, foi uma das seis distinguidas na 12.ª edição do Prémio Europa Novas Realidades Teatrais, atribuído em simultâneo com o Prémio Europa de Teatro pela União dos Teatros da Europa (UTE), e que este ano foi para o encenador alemão Peter Stein.
O Meridional é a primeira companhia portuguesa a ser distinguida com “o mais importante prémio de teatro que existe na Europa”, nas palavras do crítico de teatro Tiago Bartolomeu Costa.
O júri do Novas Realidades Teatrais justificou a distinção da companhia portuguesa pela sua aposta numa “política de reportório que alia níveis artísticos elevados à abertura a novos textos literários”, pode ler-se no comunicado da UTE (organização que inclui o Teatro Nacional São João, no Porto, como único representante português).

Tiago Bartolomeu Costa salienta que o prémio “eleva o Teatro Meridional ao patamar de uma das mais importantes e influentes companhias na Europa”. E “reconhece o carácter inventivo do seu trabalho no nosso país, onde surgiu na segunda vaga de criadores independentes a seguir ao 25 de Abril de 1974”.

Os outros premiados na 12.ª edição do Novas Realidades Teatrais foram a companhia islandesa Vesturport Theatre e os encenadores Kristian Smeds (Finlândia), Andrey Moguchiy (Rússia), Katie Mitchell (Reino Unido) e Viliam Docolomansky (Eslováquia).Os seis dividirão em partes iguais um prémio de 30 mil euros.
O palmarés foi anunciado anteontem em São Petersburgo, cidade que vai acolher, de 13 a 17 de Abril de 2011, o fórum relativo aos prémios europeus do teatro, e onde o Meridional vai apresentar o seu trabalho.
Peter Stein, de 73 anos, vencedor da 14.ª edição do principal prémio da UTE – que vale 60 mil euros e distingue uma carreira – é “uma figura emblemática do teatro europeu contemporâneo”. A UTE realça, nomeadamente, o trabalho que realizou na década de 70 dirigindo a Schaubühne de Berlim. Sérgio C. Andrade, Público


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.