Website on global south and decolonial issues.

Emigrantes, pelo Teatro Manga

Uma história universal de emigração no Clube Estefânia

Com estreia a 24 de fevereiro, EMIGRANTES, inspirado na obra gráfica homónima de Shaun Tan, conta uma história universal de emigração. É um espetáculo sem texto, que combina a força expressiva do teatro físico com a poesia de movimento da dança contemporânea. Em cena até dia 27 de fevereiro, no Espaço Escola de Mulheres (Clube Estefânia), em Lisboa.

O espetáculo EMIGRANTES parte da obra gráfica de Shaun Tan, “The Arrival”, no original, para contar histórias de migração e pensar os processos de adaptação e integração das comunidades migrantes. Recorta uma viagem, várias narrativas de migração e uma ideia para a integração. Não é uma estória, nem história. É um detalhe na vida de tantos. Um passo, um gesto. Inadvertidamente repetidos. No não-lugar do teatro, são comunicados, numa língua que o dicionário não traduz, apenas dá a ver, desenhos de fugas sem mapas. O corpo humano é ampliado por sons que os gestos escondem e o Homem prolongado por sombras que a sua silhueta encobre. Ao público, é dado o papel em branco para traçar a poesia ressonante da sua viagem, papel sem linhas para desenhar a sua história ou para reutilizar e reciclar conforme entenda.

EMIGRANTES é um espetáculo sobre um fenómeno intemporal e incontornável que é a emigração e a integração de migrantes nas comunidades de acolhimento. Na sua criação participaram convidados de diversas origens, tornando mais rica a fase de investigação e o desenvolvimento dramatúrgico. 

Mais sobre o espetáculo

EMIGRANTES é um espetáculo que se insere num projeto do Teatro Manga centrado na promoção de estratégias artísticas para a integração de migrantes. Desenvolvido em parceria com instituições de apoio como a Lisbon Project (https://lisbonproject.org/), tem como maior objetivo manter acesa e na ordem do dia a discussão sobre este fenómeno humano, encarando-o como uma coisa não transitória e transversal à humanidade.   

O processo de criação envolveu a participação de pessoas de origem diversa (México, Itália, Bulgária, Iraque, Nigéria, Índia, Brasil, Colômbia, Portugal e Espanha). Entre elas, cinco imigrantes a residir na região de Lisboa, aos quais foram feitas entrevistas ao longo de vários meses. Os relatos das suas experiências de migração, cuidadosamente trabalhados e sob anonimato, foram tomando o lugar dos detalhes da obra de Shaun Tan. Das palavras nasceram gestos e movimentos. Resultando num espetáculo que aposta numa forte componente visual, onde se destaca a materialidade do papel e a sua flexibilidade para criar texturas, molduras, oclusões e formas animadas que sugerem uma relação direta com as imagens do livro de Shaun Tan. (https://www.kalandraka.com/pub/media/productattach/Emigrantes-PT_01.pdf)

Sinopse

EMIGRANTES apresenta dois corpos que, num jogo de iterações sobre encontro e desencontro, ilusão e frustração, narram a história simples de alguém que parte, por necessidade, para um lugar absolutamente novo e diferente. Eles movem-se em diferentes linguagens, procuram-se, observam, incomodam e reconhecem-se. Entre os pontos desta narrativa emergem os sentimentos que ocorrem quando alguém se vê na obrigação de abandonar a sua casa e chega a um novo lugar: confusão, desnorte, perda de confiança, ansiedade e frustração. É nesta interação, movida quer pela curiosidade, quer pela necessidade, pela rotina e pela apatia, que as personagens se encontram e esbatem o limite entre o eu e o outro.

Datas

24 de fevereiro a 27 de fevereiro 2022

24 a 26 às 21h00, 27 às 18h00

Espaço Escola de Mulheres (Clube Estefânia)

R. Alexandre Braga, n.º 24 A

1150-004 Lisboa

Bilhetes

12,50€ Geral; 10€ maiores de 65 e menores de 30; 8€ residentes da freguesia de Arroios; 7,50€ profissionais do espetáculo e estudantes de Artes Performativas;

6.ª feira DIA DO ESPETADOR preço único 7€.

Bilhetes à venda na BOL: https://www.bol.pt/Comprar/Bilhetes/104358-emigrantes-espaco_escola_de_mulheres/ e na bilheteira local nos dias de espetáculo (5.ª a sáb. a partir das 19h30 e domingo das 14h30).

Informações e reservas: de 4.ª a sábado das 15h00 às 19h00 e domingo das 14h30 às 18h00: e-mail: geral@escolademulheres.com Tel.: (+351) 915 039 566

NOTA COVID-19: Serão cumpridas as normas da DGS em vigor.

Duração 1h15m

Classificação etária M/12

––––––

Ficha técnica e artística

Direção/Encenação: Tiago de Faria

Elenco: Alice Coelho e Marta Almeida

Desenho de luz: Paulo Neto (ACERT Tondela) e Tiago de Faria

Cenografia e Adereços: Miguel Amado e Teresa Negrão

Música original: João Fragoso

Sonoplastia: Tiago de Faria e João Fragoso

Dramaturgia: Alice Coelho, Angel Romero, Cristian Figueroa, Eduardo Gama, Fernanda Furtado, Giovanna Paiano, João Fragoso, Marta Almeida, Melânia Ramos, Mohsin Aldakhi, Rahul Reddy, Ruana Carolina Corrêa, Salome Chinhere Anukem, Tiago de Faria, Valeria Pérez de León

Produção: Melânia Ramos, Ruana Carolina Corrêa e Tiago de Faria

Comunicação e Assessoria de Imprensa: Eduardo Quinhones Hall e Levina Valentim

Assistência de Produção: Lu de Miranda, Catarina Godinho e Inês Lemos

Edição de Vídeos: Georgiana Surugiu

Espetáculo cofinanciado pela República Portuguesa / Direção-Geral das Artes

Apoios: ACERT Tondela, Companhia Olga Roriz, Escola de Mulheres, Largo Residências, Lisbon Project, António Leitão, Casa do Moleiro Turismo Rural Douro, Kalandraka,

Monte D. Manuel

Parcerias de divulgação: Antena 2, Buala, Coffeepaste, Gerador

Teatro Manga

É uma companhia dedicada às artes performativas que trabalha no cruzamento entre teatro, dança e performance. Espaço de encontro de criadores, de experiências e de diferentes raízes, a sua abordagem é inspirada no universo da banda desenhada manga. Os espetáculos do Teatro Manga caracterizam-se por uma linguagem visual muito forte na qual as pausas são fundamentais e os silêncios amplificados.

Foi fundado em 2016, em Bristol, no Reino Unido. Em 2017, fixou-se em Lisboa, no Palácio Pancas Palha – Companhia Olga Roriz, onde atua no campo da investigação, da formação e desenvolve o seu trabalho criativo. Em 2018, criou em colaboração com o ator e dramaturgo Hari Ramakrishnan, o espetáculo “An Indian Abroad” (Bristol). Em 2019, estreou o espetáculo “A Sacalina”, no Teatro Meridional (Lisboa), um espetáculo de cariz biográfico sobre a deriva na vida de Anton Tchekhov.

Facebook https://www.facebook.com/mangatheatre/

Instagram https://instagram.com/manga.theatre

Youtube https://www.youtube.com/channel/UC5GJ4gc4F68yz-K6NWiqkFw

Legendas: EMIGRANTES | TEATRO MANGA ©teatromanga

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.