Website on global south and decolonial issues.

Miguel Hurst

A Bienal de Cultura e Arte de São Tomé e Príncipe parte “à (re)Descoberta de nós”

“Como transformar São Tomé e Princípe, antigo entreposto de escravos, num território permanente de criação artística e de intercâmbios culturais, investigação científica, residências literárias e artísticas, cenário natural de produções audiovisuais, num destino de turismo cultural com especificidades únicas em África e no mundo?” É a esta complexa questão que o santomense João Carlos Silva pretende responder na XI edição da Bienal de Cultura e Arte de São Tomé e Príncipe.

Ler mais