Website on global south and decolonial issues.

Namíbia

Not Our Namibian Pavilion

Se o curador e os artistas do Pavilhão Russo, em sinal de repúdio à guerra na Ucrânia, cancelaram a sua participação na próxima 59ª Bienal de Veneza, um grupo de artistas namibianos gostaria que o seu governo retirasse o apoio ao Pavilhão da Namíbia, pela primeira vez parte da exposição, e que ao seu curador – o italiano Marco Furio Ferrario – fosse negada a oportunidade de participar da exposição como representante nacional. Os artistas denunciam “uma estreia mal conceituada e inadequada, com uma visão antiquada e problemática da Namíbia e da arte namibiana” e pedem que, caso Ferrario insista, o projeto seja apresentado como uma exposição independente. Para isso, os artistas elaboraram uma petição Not Our Namibian Pavilion que circula online há alguns dias.

Ler mais

O que eu esperava…

Ao chegar a Valvys Bay até Swakop, uns 30 quilómetros, de um lado o mar e do outro só dunas, onde se praticam desportos radicais.
O mar é lindo, agreste, ondas fortes e água fria, pois ali passa a corrente fria de Benguela. Chegamos a casa cheios de areia, o cabelo crespado, a pele seca, as malas por fora perderam a sua cor natural.
O aconchego de sua casa, para descansar e depois continuar.

Ler mais

Swakopmund Galore

Voltar a Swakopmund é estranho, fora da estação há sempre uma neblina na cidade e, dado que tudo fecha às cinco da tarde, a cidade fica deserta, quase abandonada, uma velhinha que passeia por ali, uns namorados acolá, mas fora isso é Twin Peaks

Ler mais